A Umbanda e o meio ambiente
Editorial 30/03/2016

Por Victor Teixeira

A Umbanda é uma religião que acredita em Deus onipotente, onipresente e onisciente. Acredita na existência de vibrações e energias que emanam de Deus e que chega a humanidade através dos altares sagrados da natureza. Chamamos essas energias de Orixás. Assim em cada espaço vivo da natureza encontra-se a energia destes Orixás. Sendo assim quando estamos na cachoeira ou na praia, na mata ou em qualquer lugar ali estamos diante de nossos amados Orixás. Assim sendo toda vez que deixamos qualquer coisa estranha a natureza nestes lugares estamos agredindo a natureza e a nossos Orixás.

Cuidar da natureza é uma obrigação de todos nós. Para além de um discurso ético e moral, degradar a natureza é uma questão de sobrevivência. A humanidade produz muito lixo. Não nos preocupamos com os animais. E a natureza vem respondendo a isso. As mudanças climáticas são resultado de nossas ações. Mas ainda há tempo. Logicamente que se os governos e as grandes indústrias não mudarem, o planeta vai acabar e a espécie humana será extinta. Mas podemos fazer nossa parte da mudança e a Umbanda que fazer parte desta discussão. Já passou o tempo em que o umbandista só queria discutir as questões que envolviam seus terreiros.

Assim uma das principais discussões que o movimento umbandista tem feito é com relação as oferendas sustentáveis e o cuidado ao realizar uma oferenda não deixá-la para sujar a natureza. Uma das iniciativas que nós da Sociedade Espiritualista Ogum Megê temos o orgulho de participar é o do MUDA - Movimento Umbanda do Amanha. Este ano em duas datas diferentes (5 de Junho e 15 de Novembro) nos reuniremos e iremos a uma cachoeira e realizar a limpeza. É pouco mas com iniciativas como essas acreditamos que poderemos mudar as coisas....